4/19/2008

O lado bom do caso Isabella



Estou aqui de volta depois de um longo tempo. Me sinto forçado a escrever sobre o caso Isabella Nardoni, que drasticamente morreu e ao que tudo indica pelas mãos de seus responsáveis.

Mas sempre prefiro olhar as coisas pelo lado bom e encontrei um lado bom neste caso. Na verdade fui forçado a encontrar. Mostrarei o porque a seguir.

Depois de tudo isso que aconteceu e do que virá com certeza estou certo de uma coisa. Hoje estamos mais carinhosos com nossos filhos, principalmente com os pequeninos. Hoje estamos dando muito mais valor às vidas de nossas crianças. Levamo-nas mais ao parque e damos mais beijos de bom dia e boa noite nelas.

Quem tem filha pequena, principalmente próxima à idade de Isabella sente muito com o caso. Luta ainda mais pela saúde e integridade dessas meninas. Hoje os pais pensam no trabalho muito mais em suas filhinas, em seus anjinhos. Lutam muito mais para que não aconteça tragédias com suas filhas e tentam educá-las para que não se tornem monstros como os que cometeram tal barbare.


Mas voltando ao lado bom de tudo de ruim que aconteceu. Hoje O valor de um aniversário é muito mais lembrado pois houveram crianças que não puderam se quer comer o bolo do seu aniversário por terem sidos mortos brutalmente bem próximo deste lindo dia. Hoje o sentimento de repúdio à dignidade humana está mais acirrado. Hoje a cidadania está exarcebada e o clamor por justiça mais consolidado.

Hoje não aceitamos a violência com mais tranquilidade. Hoje voltamos algumas décadas atrás e nos revoltamos com o que é simplesmente errado. Hoje somos muito menos maus, bem menos maus. Que não precisamos mais de crimes assim e que Isabella seja nosso último caso de barbare entre pais e filhos.

Filha, teu pai nunca vai de machucar.

Ezequias

Um comentário:

Wanderley Veras disse...

Boa postagem, Ezequias.

Gostei mesmo,

Cumprimentos